3D 21: Bate a Poeira

São Lourenço – MG, Quinta do Cedro, 01/12/2016.

Desnível: minimizando as questões de gênero, é, no mínimo, o que existe entre os sexos. Sempre julgadas pela aparência, além de serem julgadas e subestimadas pelo sexo oposto, ainda é preciso tratar os desníveis dentro de sua própria classe. Quantas vidas já não foram desperdiçadas por não conseguirem atingir certos padrões de beleza? Muitas e a troco de nada… Felizmente, o mundo dá sinais de que começa a mudar, bem devagar, mas, pelo menos está mudando. Uma música que trata sobre esse problema é Bate a Poeira, da superbonita Karol Conka, superbonita apesar de não ser padronizada. Ainda bem!

Ouça aqui a música e não se esqueça de ler o post original.

Bate a poeira
(Karol Conka)

Os perturbados se prevalecem
Enquanto atingidos adoecem
Palavras soltas que aborrecem
Esperança depois de uma prece

Um povo com crise de abstinência
Procura explicação para existência
Num mundo onde dão mais valor para aparência
Tem sua consequência

Negro, branco, rico, pobre
O sangue é da mesma cor
Somos todos iguais
Sentimos calor, alegria e dor

Krishna, Buda, Jesus, Alá
Speedy e Black profetizou
Nosso Deus é um só
Vários nomes para o mesmo criador

Pouco me importa sua etnia
Religião, crença, filosofia
Absorvendo sabedoria
Desenvolvendo meu dia a dia

Nesse mundo poucas coisas são certas
Amor, sorte, morte a vida que se leva
Do sul para o norte da asia a América
Se errar é humano o erro te liberta

Seja o que tiver que ser, seja o que quiser ser
Bate a poeira, bate a poeira, bate a poeira
Seja o que tiver que ser

O preconceito velado tem o mesmo efeito, mesmo estrago
Raciocínio afetado falar uma coisa e ficar do outro lado
Se o tempo é rei vamos esperar a lei
Tudo que já passei, nunca me intimidei
Já sofri, já ganhei, aprendi, ensinei
Tentaram me sufocar mas eu respirei

Há tanta gente infeliz com vergonha da beleza natural
É só mais um aprendiz que se esconde atrás de uma vida virtual
Gorda, preta, loira o que tiver que ser
Magra, doida, santa, somos a força e o poder
Basta chegar bora levanta a cabeça e vê
Vem cá, viva, sinta o que quiser você pode ser

Nesse mundo poucas coisas são certas
Amor, sorte, morte a vida que se leva
Do sul para o norte da ásia a América
Se errar é humano o erro

Seja o que tiver que ser, seja o que quiser ser
Bate a poeira, bate a poeira, bate a poeira
Seja o que tiver que ser

 

Por Mateus


PS.: Foto repostada do post original Desnível.


A sessão 3D é publicada sempre às segundas-feiras.


Oi, comente o que você achou do post aqui embaixo, deixe-me saber sua opinião. Gostou? Então curta a página do 4feel no Facebook, compartilhe com outras pessoas e faça nossa comunidade aumentar. Espalhe a palavra.

Primeira vez no 4feel? Clique nos posts relacionados abaixo e descubra outros tão legais quanto esse ou clique aqui para ir para o início do projeto.

Ah! Você sabia que o 4feel tem seu próprio aplicativo para smartphones? Não? Então baixe agora e tenha diretamente na palma da mão os posts diários.
Para isso, siga os seguintes passos:

1 – Pelo dispositivo, acesse o site http://app.vc/4feel.

2 – Clique no ícone ⋮ no canto superior direito do navegador do celular.

3 – Clique em “Acionar à tela inicial”.

Pronto! Fácil né?

Lembre-se que o ícone fica apenas nas telas iniciais do Android e não é possível encontrá-lo na lista de aplicativos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s