Lagoa dos Tamoios

Rio de Janeiro – RJ, Lagoa Rodrigo de Freitas, 07/01/2015.

Lagoa Rodrigo de Freitas, um dos pontos mais conhecidos da cidade mais famosa do Brasil. Mas, quem foi Rodrigo de Freitas? Para explicar, é preciso voltar no tempo, e muito. Voltar desde a época em que o Brasil ainda engatinhava, que acabara de ser descoberto…

Quando os portugueses começaram a ocupar a cidade do Rio de Janeiro, a área, onde hoje é a lagoa, era habitada pelos índios Tamoios e eles a chamavam de Piraguá (enseada dos peixes). Porém, com o intuito de tomar a região, o então governador da Capitania do Rio de Janeiro, Antônio Salema, espalhou roupas de pessoas que morreram em decorrência de varíola por toda a terra que margeia o corpo d’água, disseminando o vírus e exterminando os índios. Alguns anos depois, o vereador da cidade Amorim Soares adquiriu as terras e a região passou a se chamar então Lagoa Amorim Salles, mas logo foi rebatizada de Lagoa do Fagundes, quando o ex-dono foi expulso da cidade e seu sobrinho, Sebastião Fagundes Varela, a herdou. Oitenta anos depois, sua bisneta se casou com um jovem militar português, de nome (adivinhem) Rodrigo de Freitas e, para agradá-lo, batizou as águas com o nome de seu marido. Mas, infelizmente, a moça, 17 anos mais velha que o rapaz, morreu apenas cinco anos depois de se casar e o destino do viúvo foi retornar para Portugal.

Arrendada  diversas vezes, a lagoa só deixou de ser propriedade privada quando a Família Real chega ao Brasil, em 1808. Estabelecido na cidade maravilhosa, D. João VI resolveu instalar, em seus arredores, o “Real Horto Botânico” (atual Jardim Botânico do Rio de Janeiro). A partir daí, a Lagoa Rodrigo de Freitas ganha importância mas, continuaria batizada com o nome do marido da bisneta do sobrinho de um dos vereadores de um governo assassino de índios.

O nome já é bem consagrado mas, convenhamos, é completamente injusto. Se essa lagoa fosse minha, ela seria homônima a esse post.

Por Mateus


Oi, comente o que você achou do post aqui embaixo, deixe-me saber sua opinião. Gostou? Então curta a página do 4feel no Facebook, compartilhe com outras pessoas e faça nossa comunidade aumentar. Espalhe a palavra.

Primeira vez no 4feel? Clique nos posts relacionados abaixo e descubra outros tão legais quanto esse ou clique aqui para ir para o início do projeto.

Ah! Você sabia que o 4feel tem seu próprio aplicativo para smartphones? Não? Então baixe agora e tenha os posts diários na palma da sua mão.
Para isso, siga os seguintes passos:

1 – Pelo dispositivo, acesse o site http://app.vc/4feel.

2 – Clique no ícone ⋮ no canto superior direito do navegador do celular.

3 – Clique em “Acionar à tela inicial”.

Pronto! Fácil né?

Lembre-se que o ícone fica apenas nas telas iniciais do Android e não é possível encontrá-lo na lista de aplicativos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s